Blog

Partilha de bens

Os casais que estão em processo de separação e divórcio precisam considerar que todo patrimônio comum adquirido durante o período do casamento será partilhado na proporção de 50% pra cada cônjuge, considerando o regime da comunhão parcial de bens.

Olá, eu sou Anna Luiza Ferreira, advogada especialista em direito de família e divórcio e hoje eu vou falar sobre audiências de instrução e julgamento, aquelas em que são colhidos os depoimentos das partes e das testemunhas.

Como fica o sobrenome do ex-cônjuge no divórcio

No casamento, tanto a esposa quanto o marido podem adotar o sobrenome do outro. A partir do momento que um cônjuge adota o sobrenome do outro, este passa a fazer parte do seu próprio nome, da sua história de vida, da sua identidade. Mas como fica o sobrenome do ex-cônjuge no divórcio?

Posso desistir de um processo de divórcio litigioso? Eu sou Anna Luiza Ferreira, advogada especialista em direito de família, e nesta oportunidade eu vou esclarecer se é possível desistir de um processo de divórcio litigioso em andamento.

Em Dezembro de 2014 uma lei federal tornou regra a guarda compartilhada, ficando a unilateral como exceção. A lei diz expressamente que quando não houver acordo entre o pai e a mãe quanto a guarda dos filhos, será aplicada a compartilhada. Excepcionalmente ela não será determinada se um dos pais declarar ao magistrado que não […]

A saída imposta pelo judiciário é aquela que não ocorre por livre espontânea vontade, mas sim pela determinação judicial de afastamento do lar conjugal.

caso você não se sinta à vontade para conversar com amigos e familiares, você pode optar por procurar a ajuda de um psicólogo

Quando há dúvidas a respeito da guarda e visitação dos filhos, crianças e adolescentes, o juiz pode pedir um suporte técnico para psicólogos e assistentes sociais judiciais.

Nós brasileiros, estamos passando por uma longa crise econômica e política, isto traz uma insegurança geral. Eu, Anna Luiza Ferreira, advogada especialista em direito de família, vou informar neste vídeo o que pode ser feito para viabilizar o divórcio e, ao mesmo tempo, torná-lo acessível.

Entenda o mito da pensão alimentícia no Divórcio

Existe um mito na fixação da pensão alimentícia que tanto o pai quanto a mãe deve contribuir, arcar com 50% das despesas de cada filho. Isto não reflete à realidade.

Há pessoas que viveram em união estável antes do casamento, mas na época não regularizaram formalmente a situação através de documento escrito. Sou Anna Luiza Ferreira, advogada especialista em direito de família, e hoje eu vou esclarecer que uma vez caracterizada a união estável, antes do casamento, se no futuro o casal decidir se divorciar, […]

WhatsApp chat